3 motivos para usar a realidade virtual em treinamentos

3 motivos para usar a realidade virtual em treinamentos

Até pouco tempo atrás, o método de treinamento mais utilizado nas empresas era o teórico, com intermináveis horas em salas de aula e baixa retenção do aprendizado por parte dos profissionais.

Mesmo que os gestores quisessem aplicar um método mais prático, precisavam disponibilizar veículos e equipamentos, as vezes interrompendo o trabalho em curso e podendo aumentando o risco erros ou acidentes.

No entanto, graças à evolução tecnológica, hoje é possível aplicar um treinamento prático por meio de simuladores virtuais. Antes visto apenas como uma promessa futura, ele chegou para ficar e já é utilizado com sucesso por muitas empresas.

Ficou interessado? Descubra agora alguns motivos para você usar a realidade virtual nos treinamentos dos seus colaboradores:

Pinguins de “O Mundo de Beakman” já usavam VR a muito tempo…

  • Treinamentos práticos

    Enquanto que o treinamento teórico foca mais em passar um conteúdo informativo, o treinamento prático alia o conhecimento com a experiência vivenciada na prática, estimulando a mudança comportamental de forma voluntária por parte do aprendiz.

    Assim, ele passa a compreender melhor os riscos e as oportunidades de melhorias na função, bem como a real importância que ela tem para a empresa.

    Tudo isso acontece por meio do desenvolvimento de um software específico que imita a realidade, permitindo programar ambientes, condições e situações ideais para o treinamento.

    Também existem equipamentos que ajudam a reforçar a simulação. Eles podem ser equipados com pedais, alavancas, botões, volantes, óculos 3D e o que mais for necessário para tornar a experiência mais real possível.

    Dessa forma, o aprendiz desenvolve habilidades, torna-se mais eficiente e traz melhores resultados para a empresa.

    Um bom exemplo disso é o treinamento de colheita mecanizada aplicado com um simulador específico de colhedora de cana.

  • Redução de riscos

    Nem todo treinamento pode ser aplicado com métodos práticos. Esse é o caso de uma operação com guindastes ou um tratamento clínico de fobias. Ambos poderiam gerar grandes riscos sendo aplicados no contexto real.

    Nesse cenário, a realidade virtual atua como solução ideal, pois permite o treinamento em um ambiente realístico, com condições programadas. Esse é excelente método para treinar o comportamento e a capacidade de reação em situações críticas.

    A simulação virtual possibilita ainda treinar situações de risco sem comprometer a integridade física do aprendiz e do patrimônio da empresa.

  • Redução de custos

    A aplicação de um treinamento prático com equipamentos reais implica em mobilizar recursos humanos e materiais para realizar a capacitação. Além disso, o tempo para mobilização ou condições ideias para treinamento, podem ser um impeditivo para a prática. Por exemplo, para treinar a colheita com uma máquina eu preciso ter uma plantação, com um simulador virtual eu posso me preparar antes da época de colheita para ter mais produtividade.

    O uso de um simulador virtual está sempre associado a baratear algum custo de treinamento, reduzir o risco ou aumentar a eficiência operacional para ter melhores resultados. Por causa disso, o retorno de investimento (ROI) de um simulador virtual é sempre favorável.

    Resumindo, ao utilizar a realidade virtual, a empresa reduzirá os riscos e custos dos treinamentos, enquanto aumenta o potencial produtivo dos seus colaboradores, engajando-os de verdade.

Você já usa a realidade virtual em seus treinamentos? Conte para a gente nos comentários!

Leia Também: 3 FORMAS DE USAR UM SIMULADOR VIRTUAL NA SUA EMPRESA

CONHEÇA ALGUMAS SOLUÇÕES PARA TREINAMENTO DE UMA GRANDE EQUIPE

Impactos causados pelo uso de games e simuladores no treinamento da empresa