Game para educação médica funciona melhor que ensino tradicional

O uso de tecnologias de informação e comunicação é uma realidade cada vez mais presente na Educação Médica. A tecnologia permite criar experiências virtuais para aprendizagem de doenças ou condições com as quais nem sempre os estudantes de Medicina conseguem ter contato suficiente durante a sua formação.

Um exemplo é o tratamento do diabetes com insulina, um assunto frequentemente considerado difícil e complicado por médicos que não são especialistas em Endocrinologia. Para aprender a prescrever insulina, idealmente o médico deveria praticar bastante, experimentando com tipos de insulina, doses e horários diferentes, até identificar que esquema funciona melhor em que situação. No entanto, nem sempre o estudante consegue ter experiência suficiente durante a graduação, e frequentemente sai da escola ainda com muitas dúvidas e inseguranças sobre como iniciar ou ajustar insulina nos pacientes com diabetes, uma doença que atinge 13 milhões de brasileiros.

A boa notícia é que agora é possível aprender a prescrever insulina com um jogo de computador!