Treinamento prático: como aprender fazendo, sem riscos e com menos custos?

Manter a equipe de trabalho engajada e com alto índice de produtividade é um sonho para todo gestor. Independentemente do tamanho da empresa, o treinamento é fundamental para se alcançar um nível mais satisfatório de excelência. O problema é que os métodos utilizados são caros, de alto risco e com poucos resultados.

Além disso, demanda-se um tempo precioso das pessoas e equipamentos, que precisam paralisar suas funções durante o aprendizado. Pensando nisso, apresentamos uma solução simples, econômica e mais eficaz para elevar o nível dos seus profissionais: o treinamento prático.

Com ele, você elimina os riscos de acidentes e de quebras de máquinas durante o processo, anula completamente os custos com consumo de combustível e reduz consideravelmente o índice de paralisação das pessoas e máquinas.

E aí, gostou da ideia? Continue lendo!

Na teoria, a prática é outra

Existem duas dimensões de treinamentos para aperfeiçoar a sua equipe de trabalho: treinamentos teóricos e treinamentos práticos. Ambos possuem a sua devida importância em um processo de aprendizagem.

O grande problema é que a maioria dos gestores ainda não descobriu com utilizar ambos de forma complementar e com custo benefício eficiente. A solução dessa equação muitas vezes passa pela a utilização de um Simulador Virtual.

Cursos e treinamentos teóricos

O aprendizado teórico representa um método tradicional de treinamento. Tudo é ensinado na sala de aula, por meio de livros, vídeos, etc. Mas não se tem qualquer contato com a prática. Essa é uma desvantagem que pode gerar dificuldades dos colaboradores no momento em que eles se depararem com a realidade.

O conhecimento adquirido aqui é muito importante, mas quanto menos se pratica esse conhecimento, mais provável da pessoa esquecer ou ter dúvidas. Portanto, sem a prática, todo o treinamento teórico pode ir por água abaixo.

Treinamento prático

Todo mundo já utilizou a expressão “é como andar de bicicleta, você nunca esquece”, isso porque andar de bicicleta é uma atividade estritamente prática, que se aprende fazendo.

O risco de aprender a andar de bicicleta pode ser baixo, mas existem várias atividades nas empresas onde o erro significa grandes prejuízos. Por isso, muitas empresas já estão utilizando os métodos de treinamento prático, com a ajuda da tecnologia, para proporcionar um melhor aprendizado aos colaboradores e reduzir os riscos físicos que envolvem as pessoas e seus equipamentos reais no processo.

Tecnologias para o treinamento prático

A evolução das tecnologias de realidade virtual possibilita hoje a adoção de treinamentos práticos mais acessíveis às empresas.

No passado, o uso de Simuladores Virtuais estava restrito a equipes da NASA ou Militares. Mas hoje em dia, essa tecnologia se tornou mais versátil e com diferentes formatos.

Simuladores Virtuais usam de software e hardware (programas e equipamentos físicos) que são desenvolvidos em conjunto, por uma empresa especializada, para recriar ambientes e situações realísticas.

Nessa tecnologia os colaboradores podem ser testados na prática sobre os conceitos aprendidos e podem ganhar maior produtividade ao desenvolver suas habilidades e mudar comportamentos no trabalho.

A tecnologia permite que cada colaborador compreenda melhor os processos operacionais envolvidos na função e aprenda a tomar decisões rápidas e conscientes, a fim de aumentar a segurança e melhorar a produtividade.

Aprender fazendo tem sido a melhor solução de aprendizagem por décadas e, com a tecnologia a nosso favor, hoje, esse método de treinamento tornou-se ainda mais viável.

5 FATOS INTERESSANTES SOBRE SERIOUS GAMES