4 dicas para desenvolver soft-skills na equipe

Um programa de treinamento é fundamental para promover o desenvolvimento dos profissionais na empresa. O problema é que, não existem apenas conhecimentos teóricos para serem aprendidos, e os resultados positivos no negócio podem depender muito mais de habilidades que não podem ser aprendidas através de um curso ou aula tradicional.

A solução pode ser o desenvolvimento de soft-skills nos colaboradores. Veja mais a seguir:

O que é soft-skill?

Soft-skills é um termo utilizado para descrever as habilidades pessoais que os colaboradores possuem. Ele serve para descrever atributos que dizem respeito a alguns tipos de capacidades que vão além das técnicas.

Ao contrário do termo hard-skills, que descreve um conjunto de habilidades técnicas de uma pessoa e a capacidade de realizar tarefas específicas, as soft-skills representam as habilidades sociais.

Veja 6 tipos de soft-skills que podem ser trabalhadas no treinamento corporativo:

  • Trabalho em equipe (colaboração)

  • Comunicação

  • Gestão do tempo

  • Análise crítica

  • Adaptabilidade

  • Resolução de Problemas

Conheça agora 4 dicas para desenvolver soft-skills na equipe

1. Inclua cenários de e-learning interativos

EAD (Ensino a Distância) se desenvolveu graças à evolução da internet e dos recursos computacionais. Hoje em dia dispomos dos simuladores virtuais e dos serious games para tornar os conteúdos de e-learning mais envolvente e interativo, passando a ser ferramentas excelentes para o desenvolvimento das habilidades pessoais no treinamento online.

Como exemplo, um cenário pode ser criado com situações e personagens virtuais, onde o aprendiz deverá tomar decisões baseadas em um trabalho coletivo para desenvolver a habilidade de cooperação. Assim, ele vivenciará as consequências de seus atos do mundo real traduzidos, sem riscos reais, no mundo virtual.

Essa estratégia contribui para a mudança comportamental dos colaboradores da empresa.

2. Defina metas para medir o desempenho

Medir o desenvolvimento das soft-skills não é tão difícil quanto se imagina. Basta traduzir os resultados em pontuações (dados numéricos). Sendo assim, é possível definir metas de desempenho com base no comportamento.

Por exemplo: considere um treinamento online para o desenvolvimento da habilidade de atendimento ao cliente (comunicação e resolução de problemas). A mensuração pode ser feita com base na satisfação do cliente.

Digamos que o cliente deu nota 5 de 10. Você pode definir uma meta de 1 ponto de desenvolvimento por mês, por semana ou por etapa do treinamento.

Traduzir o desenvolvimento das soft-skills em números tornará mais fácil o acompanhamento do progresso da aprendizagem.

3. Trabalhe um tipo de soft-skill por vez

Muita gente acredita que trabalhar o desenvolvimento de diversas habilidades no mesmo ambiente e-learning pode acelerar o processo de aprendizagem. Porém, o resultado muitas vezes não é satisfatório. O aluno pode se confundir e esquecer o que realmente importa aprender no processo. No final, não aprende nada.

Então, em vez de aplicar um treinamento com horas de dedicação para aprender todas as habilidades possíveis, foque em uma habilidade por vez. Com apenas cinco ou dez minutos por dia é possível treinar e desenvolver bem cada habilidade soft-skill.

Esse processo aumentará a capacidade de compreensão e retenção das informações, resultando em um aprendizado mais eficaz para os alunos.

4. Alie o treinamento online com o mundo real

Os alunos somente darão ênfase ao desenvolvimento de habilidades soft-skills se encontrarem algum sentido nelas. Ou seja, precisam saber como essas habilidades poderão beneficiá-los no mundo real.

Sendo assim, o ambiente e-learning precisa ser apto a criar os cenários e as condições mais próximas possíveis da realidade dos colaboradores, para que eles sintam as reais necessidades do cargo e experimentem comportamentos que podem ser adotados para melhorar os resultados.

Dica bônus: utilize ferramentas e métodos de seriuos games para colocar essas dicas em prática. Assim, você promoverá um treinamento inovador, agregando maior potencial de aprendizagem dos colaboradores no e-learning corporativo e alcançará a tão sonhada adequação comportamental.

3 TIPOS DE TREINAMENTO PARA UM RH ESTRATÉGICO