fbpx

Descubra se a sua equipe tem funcionários ou embaixadores

O relacionamento com o público externo e interno da empresa é um fator crucial para determinar o sucesso do negócio. Investir na motivação de equipe é o primeiro passo que a empresa deve dar nesse sentido. Quando os colaboradores atingem um nível de engajamento e colaboração elevado tornam-se embaixadores da marca e são capazes de propagarem os diferenciais da empresa para o público externo (clientes). Uma equipe engajada pode ajudar a acelerar a construção do valor percebido que a empresa pretende alcançar no mercado e despertar o desejo de profissionais de alto nível a trabalharem nela.

Nota-se quando uma empresa tem embaixadores no seu time. A dificuldade está em fomentar novos embaixadores e disseminar essa cultura dentro da organização de forma sistemática e sustentável.

1. Problemas que impedem a formação de embaixadores nas empresas

Nunca tivemos tantos registros de depressão, infelicidades e falta de comprometimento com o trabalho como nos tempos atuais. Parte desse problema se deve ao fato de que os negócios estão cada vez mais complexos e exigentes.

Em geral as empresas tentam solucionar os desafios de gestão do dia a dia com dois tipos de abordagem:

1) Organizando estruturas, criando novos departamentos, e estabelecendo novas regras;

2) Estreitando o relacionamento entre os colaboradores para tornar o ambiente mais amigável.

Segundo o consultor de negócios Yves Morieux, em sua palestra, essas são as abordagens “Hard” e “Soft” e ambas estão erradas. A solução está em fortalecer a colaboração das pessoas através do entendimento do trabalho, da reciprocidade e a percepção das consequências das ações no trabalho. Uma abordagem bastante alinhada com o funil de gamificação.

2. O que você pode fazer para transformar os funcionários em embaixadores

Uma equipe motivada precisa compreender a alma do negócio, sua missão, visão e valores. O propósito que ela tem vai muito além de uma identidade visual. Isso começa desde o processo de integração na empresa e passa por entender o que as pessoas fazem dentro da empresa, ter uma visão do todo.

Treinamentos e capacitações ajudam o colaborador a realizar o trabalho com eficiência. Porém treinamentos vivenciados e baseados na prática vão além, podendo reforçar o empoderamento do colaborador no trabalho.

É preciso fornecer o feedback do trabalho, fazer o colaborador sentir as consequências de suas ações no futuro, em como elas irão afetar o desempenho da empresa.

Mantenha a comunicação aberta com os colaboradores para a colaboração. Transmitir informações é importante, mas ouvir é ainda mais valioso. Colaborar significa negociar entre partes em prol de um resultado.

Essas dicas são importantes na teoria, mas você sabe como colocá-las em prática? O “o que fazer” só terá importância se souber o “como fazer” uma estratégia de gamificação será primordial para você executar essa estratégia com sucesso.

3. A etapa em que se tornam embaixadores

Através da gamificação a experiência dos funcionários com a empresa é ampliada. O intuito é torná-los engajados com o negócio a ponto de se identificarem com os mesmos ideais. “Os objetivos da empresa são os meus objetivos”. No entanto, isso só acontece através do funil da gamificação. O funil é dividido por etapas que vão desde a consciência até a etapa onde se tornam embaixadores da marca. Quando atingem esse nível, sentem orgulho em trabalhar na empresa e abraçam os objetivos promovendo soluções de otimização e melhorias para o negócio.

Como adotar uma Plataforma de Gamificação