Os desafios no treinamento em máquinas agrícolas

Nos últimos anos, cada vez mais o agronegócio vem empregando máquinas agrícolas e recursos tecnológicos em seus processos no campo, visando aumentar os resultados da colheita, obter melhores resultados s e atender as expectativas do mercado. Mas para garantir o êxito na implantação desses maquinários, o homem do campo de hoje precisa treinar bem os operadores de máquinas para obter melhores resultados e aumentar as receitas, caso contrário, a falta de conhecimento poderá acarretar no mau uso do equipamento, que resulta em uma produtividade baixa. Por outro lado, se optarem por ministrar um programa de capacitação na lavoura, inúmeros desafios serão enfrentados.
Pensando nisso, preparamos uma lista com 4 dos maiores problemas nos treinamentos presenciais e como os simuladores virtuais surgem como solução para eles.

4 problemas nos treinamentos in loco

1. Desgaste dos equipamentos

Os avanços na tecnologia da informação e sua aplicação na produção agrícola resultaram no desenvolvimento de máquinas e equipamentos modernos, que atuam no campo com o propósito de aumentar a eficiência da colheita. Máquinas como Pulverizadores, Colhedoras, Colheitadeiras de grãos e Tratores em geral são fabricados hoje com tecnologia avançada e requerem zelo pelo seu investimento elevado. Quando levada ao campo para fins de treinamento, a máquina corre risco de ter seu desgaste acelerado pela falta de conhecimento do operador.

2. Operadores sem experiência

Normalmente, quando um operador começa a ter suas primeiras aulas, demonstra uma certa ansiedade, pois ainda não consegue dominar totalmente a máquina. E por não ter conhecimentos práticos, acaba ficando mais exposto ao erro e preocupado em cometê-lo. Além disso, o operador não tem a possibilidade de praticar em cenários variados e com diferentes graus de dificuldade. Quando as falhas são cometidas, elas não podem se repetir, pois demandam custos para a empresa. Juntos, estes fatores fazem com que os operadores sintam-se desmotivados, já que não podem aprender com os próprios erros. Já com os simuladores, as falhas, além de não prejudicarem as plantações e a máquina, servem ainda de aprendizado para o correto manejo.

3. Perda parcial da plantação

Para treinar os operadores in loco, a empresa precisa disponibilizar uma colheita, o que não é viável pela sua sazonalidade. Além dos gastos com manutenção, insumos e possíveis danos à máquina, a empresa também terá prejuízos com a produção.

4. Mobilização e custeio

Um programa de treinamento no campo demanda recursos financeiros, que devem ser aplicados no transporte de operários e responsáveis, alimentação da equipe, entre tantos outros. Além disso, a logística de treinamento in loco exige uma disponibilidade de colheita, o que acarreta em prejuízos para a produção.

“A instalação do simulador fez aumentar a eficiência na colheita da cana de açúcar. As perdas no campo diminuíram quase 1 tonelada por hectare.”

Rogério GerminoGerente Agrícola

Como a simulação virtual elimina todos esses desafios?

O Simulador Virtual é um equipamento capaz de replicar o processo de colheita com total fidelidade e promover um ótimo programa de treinamento, não havendo assim a necessidade da empresa alocar tempo e recursos financeiros em processos ineficazes. Com ele, o responsável consegue identificar no simulador todas as dificuldades que o operador possui e corrigir as suas deficiências, o que não era possível no campo. Além disso, não há o risco de desgaste das máquinas agrícolas, assim como o gasto com insumos e manutenção. Ao final do programa de capacitação com o simulador, que demanda muito menos tempo da mão de obra e pode ser realizado em qualquer época do ano, o operário estará capacitado a passar por situações difíceis e não deixar que qualquer acidente ocorra, já que ele praticará todos os processos de colheita num ambiente simulado.

Sua empresa também enfrenta esses problemas ao capacitar a equipe agrícola?

Que tal saná-los com a utilização de simuladores virtuais?

Assista o resultado do Simulador de Colhedora de Cana Case IH A8000