fbpx

Tecnologias para desenvolver Soft-Skills nos funcionários da empresa

O mercado de trabalho exige cada vez mais competências profissionais diversas. Se antigamente bastava uma formação técnica para ocupar um cargo na empresa, hoje em dia os treinamentos nas empresas precisam se preocupar também com as soft-skills.

Competências como gestão do tempo, capacidade de comunicação, trabalho em equipe e resiliência são muito mais difíceis de treinar, ensinar e desenvolver que as hard-skills, ou seja, as competências técnicas. Saiba mais!

As dificuldades para treinamento de soft-skills

As soft-skills por muito tempo foram relegadas ao segundo plano. Basta verificar que as atribuições técnicas de uma profissão foram consideradas “hard” e as comportamentais de “soft”, como se fossem algo “fácil” de se obter. Mas a experiência demonstra que não é.

Pode ser realmente difícil encontrar alguém que tenha exatamente todas as características que uma empresa necessita. Até porque, muitas vezes, a habilidade técnica de um ser humano acaba sendo compensada pela interpessoal, e vice-versa. Mas isso pode ser modificado com treinamento. Resiliência, gestão de tempo e capacidade de comunicação são apenas algumas das habilidades que podem ser adquiridas, ou melhoradas, com os orientações e estímulos certos.

Serious Games podem treinar competências comportamentais

  • Prática

    É possível utilizar serious games para treinar ações práticas.  Os games podem recriar situações como diálogo, gerenciamento do tempo e de recursos que exigem que o colaborador pratique certas competências de soft-skills de forma simulada, fortalecendo o comportamento esperado.

  • Comportamento

    Para treinar soft-skills o colaborador não precisa estar em seu contexto de trabalho, portanto os jogos podem utilizar metáforas diferentes do dia a dia de trabalho, contar uma história em um universo de fantasia ou imaginário, mas ter regras e metas relacionadas ao comportamento desejado no trabalho.

  • Feedback

    Com um game é possível construir o conhecimento, habilidades e atitudes, pois ele é construído com uma mecânica e um sistema de feedback para ensinar o jogador a jogar e evitar que ele avance sem prestar atenção. Isso evita que seja possível terminar o jogo sem aprender de fato. Portanto só pode vencer o jogo quem realmente aprendeu algo.

A utilização de simuladores para treinar soft-skills

A utilização do uso de simuladores com a finalidade de treinar soft-skills traz uma infinidade de facilitadores em relação aos treinamentos comuns. Com a introdução dessa abordagem completamente inovadora, é possível que o treinamento vá muito além da teoria. Além disso, ocorre a aceleração dos processos de aprendizagem.

Se treinar uma pessoa para adquirir novas habilidades técnicas é possível, da mesma forma o treinamento interpessoal é totalmente praticável por meio de simuladores. Também é possível treinar soft-skills, ao passo que simuladores imersivos servem para avaliar e capacitar operadores em situações de risco.

Por exemplo, é possível treinar os operadores para lidarem com equipamento pesado a reagir corretamente em uma situação de emergência. Manter a calma em um momento crítico e saber realizar os procedimentos corretos em situações de complicação técnica implica na preservação de vidas e do patrimônio da empresa.

Por todos esses motivos, tanto a utilização de Serious Games quanto de Simuladores Virtuais é uma excelente forma de trazer o melhor de todos os funcionários. E o mais interessante: de uma maneira versátil, interativa e atual, o que acelera o aprendizado e traz mais resultados para todo tipo de negócio. Basta aplicar!

Baixe o Ebook Saiba como usar Serious Games a favor do treinamento de profissionais

Baixe o Ebook e Saiba Como Analisar Um Jogo de Treinamento

Download dos Simuladores de Linha Amarela