Acidentes representam 4% do pib mundial

Em todo o mundo, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), é previsto que 4% do PIB (Produto Interno Bruto), cerca de US$ 2,8 trilhões mundial, são perdidos com acidentes de trabalho.

health-and-safety

O índice de acidentes de trabalho está crescendo no Brasil e no mundo, e isso se deve à falta de cuidado na qualificação e manutenção em treinamento e conscientização realizada em toda a sociedade. Em todo o mundo, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), é previsto que 4% do PIB (Produto Interno Bruto), cerca de US$ 2,8 trilhões mundial, são perdidos com acidentes de trabalho. O Brasil é o quarto colocado mundial em mortes, perdendo para China, Estados Unidos e Rússia e o impacto financeiro no país é grande, cerca de R$ 70 bilhões anuais na folha da Previdência Social foi apontado com despesas do Sistema único de Saúde (SUS).

Um ponto importante, porém ignorado pelas empresas, é a falta de atenção de seus colaboradores, em que ao realizar o trabalho, faz com pressa, improviso e não usa equipamentos e proteção individual de forma correta. Conforme Álvaro Marques, técnico em Segurança do Trabalho, é necessário a modernização na educação continuada dos colaboradores com treinamentos, diálogos nos setores e ações de engajamento e conscientização.

Uma das alternativas para que o número de acidentes de trabalho reduza, é a utilização de soluções de simulação virtual ou gamificação em treinamentos. O que garante melhores resultados para as organizações, pois é feito de forma prática em ambiente virtual, portanto, a pessoa aprende como funciona o equipamento em seu trabalho de modo completo, mas sem o risco de acidentes. Esse tipo de treinamento capacita e ao mesmo tempo conduz a pessoa aos riscos reais, mesmo sendo em um simulador, automaticamente a torna mais cuidadosa.

Se as empresas e indústrias não voltarem suas atenções a essa alternativa ou outras que combatam ou reduzam as mortes, é possível que até 2020 aconteça a escassez de profissionais qualificados em todo o mundo, principalmente, nos países do Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), segundo estudo Global Talent Risk em parceria com o The Boston Consulting Group (BCG).

Referências:
Falta de treinamento técnico vai aprofundar a crise de talentos – RH Mais – LG Sistemas Segurança do trabalhador_ responsabilidade de todos
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2015-03/governo-anuncia-plano-de-acao-para-reducao-de-acidentes-de-trabalho
http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1–35-20140901
http://www.lg.com.br/canais/rh-mais/noticias/falta-de-treinamento-tecnico-vai-aprofundar-a-crise-de-talentos