Gamificação no trabalho – por onde começar

Algumas estratégias são utilizadas para aumentar o engajamento de diferentes públicos e o resultado pode ser surpreendente. Entre elas está a Gamificação, cuja popularização aumentou o interesse dos gestores, mas que ainda causa muita confusão na hora de usar.

Gamificação […], mas que ainda causa muita confusão na hora de usar.

A proposta da Gamificação muitas vezes é vista por muitas pessoas como algo para deixar as coisas mais divertidas, ou mais fáceis, porém esse é um equívoco comum. A Gamificação é uma forma de melhorar o desempenho e resultados de processos já existentes.

Podemos entender ela para dois públicos diferentes, equipes e clientes, a primeira voltada para engajar os profissionais das empresas e a segunda para fidelizar clientes de um negócio. Usamos a Gamificação para ajudar as pessoas a encontrarem um significado nas suas atividades, sejam elas profissionais ou de consumo.

Neste artigo montamos um passo a passo de como usar a Gamificação para engajar profissionais no trabalho.

1- Primeiro a estratégia, depois a tecnologia

Como dito anteriormente, a Gamificação é para melhorar resultados, portanto, quais resultados, indicadores, soluções pretende-se alcançar? Identificar qual o nível de performance ou o “gap” que se pretende abordar com a Gamificação é o primeiro passo. Esses gargalos podem ser algo como:

  • O nível de envolvimento das pessoas com os objetivos e missão da empresa;

  • Efetividade nas capacitações sobre os métodos e processos da empresa;

  • A quantidade e a qualidade do trabalho de vendedores, gestores e outras equipes;

  • O cumprimento de procedimentos operacionais;

  • O engajamento no trabalho para entregar o melhor resultado;

  • A formação de novas lideranças dentro da empresa;

  • Entre muitos outros…

Uma estratégia é a forma como um objetivo ou meta será alcançada. Uma boa meta respeita os conceitos conhecidos como “SMART”, uma sigla para lembrar que a meta deve ser: eSpecífica, Mensurável, Alcançável, Relevante, Temporal. Portanto, a Gamificação é uma forma de ajudar as pessoas a cumprirem os objetivos das organizações. Neste cenário, o uso de tecnologias digitais não é uma exigência da Gamificação, mas vem se tornando um grande aliado nos dias de hoje.

Uma estratégia é a forma como um objetivo ou meta será alcançada

2 – Pessoas, Processos e Ferramentas

A Gamificação não é sobre criar algo divertido no trabalho, ela tem o papel de criar narrativas, formas de interação e mecânicas que estão presentes em jogos, mas em contextos profissionais que envolvem 03 recursos fundamentais a qualquer organização:

  • Pessoas

  • Processos

  • Ferramentas

A Gamificação não é sobre criar algo divertido no trabalho

Encontramos diferentes soluções de treinamento para as pessoas, metodologias para os processos e excelentes ferramentas baseadas em software. No entanto, o desafio está em articular bem esses três recursos.

O comportamento das pessoas é o foco da Gamificação, pois o que se pretende com essa estratégia é estimular e reforçar os comportamentos que irão gerar resultados. Com comportamentos assertivos, espera-se que os processos sejam seguidos e gerem o resultado esperado. Já as ferramentas, é o meio pelo qual a Gamificação articula os processos e as pessoas, onde o uso de tecnologias como aplicativos, sistemas de gestão e uma Plataforma de Gamificação pode gerar significado pessoal entre os objetivos e os processos da organização.

3 – O que importa é ter significado

Como qualquer outra estratégia empresarial, a Gamificação precisa ser planejada, desenvolvida e implantada de acordo com objetivos da organização. Mas parte fundamental da estratégia é que ela atenda o perfil de engajamento do público alvo.

Gamificação não é um banho de motivação na equipe. Existem dois principais tipos de motivação que uma pessoa pode ter:

  • Motivação extrínseca

  • Motivação intrínseca

A motivação extrínseca é aquela que vem de fora, estimulada por algo ou alguém. Por exemplo, recompensas em dinheiro ou mesmo palestras motivacionais muito usadas por empresas. Em muitos casos, a motivação extrínseca perde o efeito com o tempo ou pode durar muito pouco, além de poder ser uma estratégia errada se o trabalho exigir resolução de problemas, investigação e criatividade.

Já a motivação intrínseca é aquela que vem de dentro, com significado pessoal. Este é o tipo de motivação que os jogos conseguem criar nas pessoas, através de sua estrutura lúdica baseada em uma mecânica, sistema de feedback e participação voluntária.

Cada colaborador é único, e para uma Gamificação funcionar, ela precisa aliar os objetivos da organização com os objetivos pessoais de cada indivíduo através de metáforas que tenham significado para o time. Por exemplo, o uso de uma corrida para competir, medalhas com nomes que possuem significado interno já vivenciado na cultura da organização, ou um barco navegando no mar representando a empresa no mercado, entre outras mil possibilidades. Entre em contato com o time da ONIRIA, nós iremos ajudar a encontrar a melhor metáfora para sua estratégia de Gamificação.

4 – Planejar, Fazer, Checar, Agir…

Sendo uma forma de cumprir objetivos da organização, a Gamificação precisa ser acompanhada como qualquer outra estratégia. Existem várias formas de fazer isso, uma delas é o ciclo PDCA – PLAN (planejar), DO (fazer), CHECK (checar) e ACT (atuar corretivamente), um método desenvolvido na década de 30 por Walter A. Shewhart.

Um dos pontos positivos de usar uma Plataforma de Gamificação é a possibilidade de mensurar e comparar resultados nos mais diferentes níveis. A análise pode ser utilizada para aperfeiçoar a estratégia, melhorar os critérios usados na estratégia e fazer as intervenções necessárias com base em informações levantadas.

A Oniria trabalha com a solução OGE – Oniria Gamification Engine. Uma tecnologia para integrar sistemas, pessoas e processos no conceito de Funil de Gamificação, onde é possível criar critérios e gerenciar uma estratégia de Gamificação de forma holística.

Quer mais conteúdo sobre como colocar a gamificação em prática? Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos sobre estratégias de Gamificação.

Como a TECNOLOGIA pode ajudar a criar uma CULTURA NA EMPRESA? Leia aqui!

Leia também: 3 FORMAS DE USAR UM SIMULADOR VIRTUAL NA SUA EMPRESA

Leia Também o Ebook: Saiba Como usar SERIOUS GAMES a Favor do Treinamento de Profissionais