Maneiras de tornar a educação atrativa para o estudante de nível fundamental e médio

As diversas gerações, baby boomers, X, Y Milleniuns tiveram e tem a sua importância e significado no mundo, e mesmo com a grande luta da geração baby boomers com a tecnologia, hoje vivem essa realidade constantemente e precisam se adequar para estar no mercado detrabalho tão competitivo nos dias de hoje.

A principal forma de preparar um ser humano para a vida é através da educação, e essa precisar estar embasada com a modernidade. E a medida que a tecnologia avança e tudo o que procuramos está na internet, é necessário repensar nos meios em que a educação, no modo geral, tem trabalhado para interagir os conteúdos dos livros e salas de aulas com aparelhos como smartphones e tablets, por exemplo.

Hoje os dispositivos móveis ainda são barrados nas escolas, porém as gerações buscam incessantemente perguntas e respostas pela internet para fazer um trabalho, pesquisa e etc.. e em alguns casos acabam encontrando uma resposta equivocada, gerando o mal aprendizado. Por isso, que com o avanço, cada vez mais, da tecnologia a educação precisa inserir e aproveitar as várias possibilidades para trabalhar conteúdos, principalmente, no ensino fundamental e médio, que é o preparo para a entrada na faculdade.

De acordo com a Professora Doutora Verônica Bender Haydu, do departamento de Psicologia e Análise Comportamental da (UEL) Universidade Estadual de Londrina, os professores devem se modernizar e usar as tecnologias em suas aulas para torná-las motivadores. Muitas vezes os alunos não têm competências e não aprendem as habilidades que os professores estão ensinando, mas são excelentes usuários das tecnologias oferecidas a eles, como o uso dos celulares, por exemplo, explica e complementa Se o professor aproveitar essas habilidades, ele certamente poderá fazer seus alunos aprenderem os conteúdos do currículo escolar de forma eficiente e com muito interesse.

Uma forma excelente de promover a interação dos alunos com a tecnologia é através de jogos digitais que sejam desenvolvidos com base em princípios de aprendizagem. Os games têm se mostrado bastante eficazes em diversos setores do mercado profissional e na educação. Seria aliar dispositivos que trabalham as habilidades de adolescentes e jovens de forma real, concretizada e desafiadora com engajamento deles com a tecnologia. Claro que uma vez trabalhar conteúdos desta forma, os professores precisam de uma preparação também com os jogos e usar da tecnologia até mesmo para falar na mesma língua de seus alunos.

Não é de hoje que jogos são usados na educação, porém no passado estavam restritos a atividades como caça-palavras, forca, jogo da memória, entre outros tipos simples que podem ser aplicados lápis e papel. Já os jogos digitais abrem uma gama de possibilidade muito poderosa de mecânicas, interatividade e feedback para o aprendizado. Os games digitais, quando bem aplicados, ampliam a imersão lúdica, podendo ser um grande aliado no aprendizado.

Simuladores também são um forte aliado na educação, pois se tornam essenciais na redução dos custos de treinamento e no aumento da segurança dos usuários. Um exemplo é o Virtua Indústrias, um simulador de processos industriais que recria digitalmente plantas de processo ou bancadas didáticas utilizando tecnologia de realidade virtual, visando o treinamento de alunos e /ou colaboradores na operação destes sistemas industriais. Outro case de sucesso é a Escola Móvel Senai-SP. Da parceria entre o Senai-SP e a Case IH, foi criado o caminhão itinerante de treinamento. O caminhão conta com 03 simuladores de colhedora de cana desenvolvidos pela Oniria para a Case IH, que reproduzem comandos idênticos aos de uma colhedora de cana da série A8000. Trata-se da primeira escola móvel com curso profissionalizante de operadores de colhedoras de cana.

Quando questionada a Professora Doutora Verônica Bender Haydu, sobre como a tecnologia pode evitar que o aluno acesse conteúdos educacionais com pouca ou nenhuma qualidade, a Professora Doutora Verônica enfatiza, acredito que a tecnologia não pode fazer isso. Os alunos vão acessar tudo que estiver ao alcance deles. Compete aos professores orientar seus alunos para que eles aprendam a selecionar o que tem qualidade.

Leia mais sobre a Função da Gamificação na educação: TICs e a função da gamificação na educaçao em ciências a partir de uma visão analítico-comportamental | O uso de tabuleiro no ensino de jogadas ensaiadas a praticantes de futsal

GAMIFICAÇÃO: Descubra Se a Sua Empresa Pode Usar Essa Estratégia