Serious Games: por que usá-los para treinar vendedores?

Uma equipe de vendas bem treinada é uma das chaves para o sucesso de uma empresa. Afinal de contas, é ela quem fica em contato direto com os clientes, na “linha de frente da batalha”. E se os vendedores não estiverem bem treinados e atualizados com as melhores técnicas e práticas, acabarão não gerando os resultados esperados pela empresa, nem contribuindo para o seu crescimento no mercado competitivo da atualidade.

Mas engana-se quem pensa que os programas de capacitação tradicionais, aqueles que priorizam mais o conteúdo do que a prática, são suficientes para treinar os vendedores e fazê-los gerar melhores resultados. Na verdade, eles acabam gerando prejuízos para o negócio, já que não motivam os profissionais, nem os fazem reter o conteúdo repassado. É por isso que as empresas precisam utilizar os Serious Games.

No post de hoje, daremos alguns motivos pelos quais as empresas devem utilizar os Serious Games para treinar sua equipe de vendas. Confira:

6 razões para treinar vendedores com Serious Games

1. Expõem os vendedores a cenários de negociação virtuais

Diferentemente dos treinamentos tradicionais, realizados em sala de aula, os Serious Games criam cenários de negociação virtuais, semelhantes aos da realidade. Neles, os vendedores aprendem por meio da prática, conversando diretamente com clientes virtuais e respondendo a eles de acordo com cada situação. Isso permite que os vendedores adquiram novas habilidades que só ganhariam em cenários de negociação reais.

2. Ajudam os profissionais a aprenderem com seus próprios erros

Como diz o ditado popular, “é errando que se aprende”. Até hoje, os vendedores levam este ditado muito a sério, e aprendem muitas técnicas por meio de erros cometidos durante as negociações. Mas isto é mais maléfico do que benéfico, pois eles perdem vendas e geram prejuízos. O ideal seria que eles aprendessem no cenário virtual dos Serious Games, onde podem errar e sem precisar arcar com as consequências das negociações malfeitas.

3. Mantêm a equipe engajada e motivada

Os Serious Games são como jogos de videogame. Para passar as “fases” e avançar no game, os vendedores precisam enfrentar obstáculos pré-definidos pela empresa. E isso acaba motivando-os a superar seus próprios limites para avançarem no jogo, além de os manter engajados durante todo o treinamento, o que dificilmente acontece nos programas de capacitação tradicionais.

4. Fazem os vendedores absorverem os conteúdos mais rapidamente

Quanto mais engajados os vendedores estiverem com o treinamento, e mais motivados estiverem para superar os obstáculos impostos pelos Serious Games, mais rápido eles aprenderão os conteúdos. E isso é muito benéfico para a empresa, pois ela pode treinar seu time de vendas num curto período de tempo, de forma eficaz, e reduzir os custos gerados pelo programa de capacitação.

5. Possibilitam que o time de vendas fique sempre atualizado

Por permitirem um aprendizado mais rápido dos conteúdos, os Serious Games possibilitam que a equipe fique sempre atualizada com as melhores práticas e técnicas de vendas que surgem a cada dia no mercado. Assim, a empresa consegue ficar sempre um passo à frente de seus concorrentes, realizar um maior número de vendas e ganhar vantagens competitivas no mercado.

6. Permitem que os gestores acompanhem os resultados bem de perto

Um dos problemas do treinamento tradicional é que ele não oferece métricas que permitam saber o quanto os colaboradores aprenderam. Isso impossibilita os gestores de RH de medir o ROI (Retorno sobre o Investimento) do programa de capacitação. Os Serious Games, por outro lado, permitem que os responsáveis acompanhem o avanço dos colaboradores durante o treinamento, e vejam se eles realmente aprenderam o conteúdo.

Baixe o Ebook e Saiba Como Analisar Um Jogo de Treinamento