3 tecnologias para o RH reduzir custos: Simulação Virtual, Serious Games e Gamificação

Para reduzir custos os orçamentos nos departamentos de RH das empresas tem sido cada vez menores, além de alto turnover da equipe, dificuldades para motivar os colaboradores, baixa produtividade, quebra de máquinas, acidentes e incidentes. É neste contexto, que os treinamentos das equipes se tornam ainda mais importantes e não se pode falhar na hora de se elaborar uma estratégia de capacitação para funcionários. A solução para esta problemática está em três tecnologias: simuladores virtuais, serious games e gamificação, que apresentam a melhor relação custo/benefício do mercado. Saiba mais sobre essas ferramentas neste post.

Os treinamentos precisam ser versáteis e duradouros, além de evidenciarem resultados concretos para a alta direção da empresa. Um dos maiores benefícios dos simuladores virtuais, por exemplo, é treinar a prática dos conceitos sem custos com combustível, mobilização e pouquíssimo risco de as pessoas não assimilarem o conteúdo.

Algumas tecnologias para treinamento têm a versatilidade como principal vantagem, com foco no essencial e resultados alinhados aos objetivos da corporação.

Mas, afinal, o que são simuladores virtuais, serious games e gamificação?

1 – Simuladores Virtuais

Muito comuns na formação de pilotos de avião, por exemplo, os simuladores melhoram os resultados e previnem riscos, reduzindo custos com a baixa eficiência da equipe. Você sabia que a simulação virtual promove um aprendizado até três vezes mais efetivo que as formas tradicionais de treinamento? Colocados no próprio local de trabalho do funcionário, os simuladores reduzem gastos e evitam a falta de produtividade causada pela mobilização das pessoas. Vale lembrar que o retorno do investimento em simuladores virtuais ocorre de seis a 12 meses na maioria dos casos.

Simulação é a imitação de algo real, de uma situação ou de um processo. Com base neste princípio, os simuladores virtuais de última geração utilizam software 3D e equipamentos imersivos com alto realismo para visualizar o impacto de decisões humanas na operação da empresa. É importante que eles sejam direcionados para potencializar o treinamento e a segurança nas empresas, permitindo praticar a perícia e habilidades profissionais e capacitando os operadores com qualidade e eficiência.

2 – Serious Games

Outra solução de treinamento bastante inovadora são os chamados serious games. São jogos sérios, em português, com grandes resultados de aprendizado. Neste caso, o software utiliza a capacidade lúdica dos jogos para encorajar as pessoas a aprender e tornar o treinamento mais eficiente. É um software ou hardware desenvolvido por meio dos princípios do design de jogo interativo, com o objetivo de transmitir um conteúdo educacional. Esse jogo é voltado mais para fins educacionais do que de entretenimento.

O conceito de utilizar jogos com propósitos educativos tem a sua origem ainda antes da revolução tecnológica e do uso comum de computadores. O primeiro serious game foi concebido para treinar militares em situação de batalha. Ao longo dos anos e à medida que os computadores para uso pessoal foram desenvolvidos, os serious games vem sendo usados em treinamentos nas empresas com excelentes resultados.

3 – Gamificação

Gamificação é uma estratégia capaz de gerar motivação intrínseca nos funcionários por meio de reconhecimento e colaboração que estimulam de maneira lúdica o engajamento com o negócio da empresa. A gamificação envolve um sistema de feedback positivo das tarefas realizadas que estejam de acordo com os objetivos da empresa, a criação de regras e a aplicação de sistemas de colaboração e reconhecimento. O feedback para os funcionários podem variar desde conquistas virtuais, como medalhas, até prêmios físicos. A vantagem deste modelo de engajamento é que ele desperta duas importantes características nas pessoas: a cooperação e a competitividade saudável.

ASSISTA o Vídeo: SGO no Brasil Offshore