Treinamentos sem prejuízo: como os simuladores virtuais podem ajudar!

Quando se fala em ambiente organizacional, alguns termos relacionados são eficácia, eficiência e responsabilidade. Todos eles indicam que é importante não cometer erros, identificando possíveis falhas e ajustando o que é devido. No entanto, problemas sempre podem ocorrer e é importante estar preparado. É nesse momento que o treinamento com simuladores virtuais surge e tem importância, já que, além de capacitar os colaboradores da empresa, permite que eles estejam inseridos em uma situação bastante próxima da realidade e tomem decisões mais assertivas.

Esse tipo de capacitação é realizada por meio da tecnologia, sendo que pode trazer grandes benefícios para a empresa. Por isso, o treinamento com simulação virtual está sendo cada vez mais utilizado. Entenda como essa tecnologia pode ser usada a favor da sua empresa para reduzir os impactos que falhas humanas podem causar aos negócios por falta de prática.

Treinamentos e o senso comum

Capacitar colaboradores exige uma dose de criatividade e esforço para atingir o objetivo. Porém muitas empresas têm dificuldade em realizar o treinamento de seus funcionários. Isso ocorre porque diversos problemas podem ocorrer durante essa prática.

“Treinamentos não podem mais ser tratados na base do senso comum”

Um dos problemas é quando os treinamentos são tratados no senso comum, como algo natural que pode ser feito sem planejamento ou análise de impacto no negócio. Dessa forma, os treinamentos acabam sendo apenas apostilas ou aulas que podem ser caras, ineficientes e com pouco retorno do investimento. Treinamentos não podem mais ser tratados na base do senso comum.

De maneira geral, os treinamentos são maçantes e não chamam a atenção dos participantes. Segundo pesquisa realizada pelo Portal Learning & Performance Brasil, 78% dos entrevistados informaram que retêm mais conteúdo quando são adotadas estratégias diferenciadas nos treinamentos, como os jogos.

Principais erros que ocorrem em treinamentos

Durante a capacitação, é absolutamente normal que o aluno cometa erros – inclusive é desejável que sejam realizados, já que é dessa forma que o colaborador conseguirá aprender e tomar decisões mais acertadas.

Nesse sentido, existem alguns erros principais que devem ocorrer durante a capacitação. Conheça quais são eles.

Acidentes com equipamentos

Em qualquer segmento de negócio podem ocorrer acidentes, mas há alguns casos em que eles são mais propícios e/ou perigosos, como nas funções de operador de voo, de máquinas agrícolas etc. O treinamento serve, então, não só para capacitar o colaborador, mas também mostrar a ele os requisitos de segurança, o que deve ser realizado e em quais elementos ele deve prestar atenção.

Decisões de gestão erradas

Um elemento que afeta bastante a organização é a tomada de decisões errada por parte dos gestores. Apesar de eles serem líderes da empresa, nem sempre optam pelo melhor caminho e quem acaba sofrendo é a própria organização como um todo. Por exemplo, o gestor pode ter dificuldade de ter uma visão sistêmica da organização, um game pode trazer um cenário de decisão muito similar ao que gestores terão que lidar no seu dia a dia com pensamento crítico, porém, permitindo que a pessoa veja de forma simulada as consequências de suas decisões e aprenda com seus próprios erros.

Mau atendimento

Toda empresa precisa de clientes para vender, lucrar e se diferenciar da concorrência. No entanto, um atendimento mal feito pode ocasionar grandes prejuízos, diminuindo a boa reputação da marca e a confiança dos outros consumidores. Além disso, o mal atendimento faz com que os clientes passem a comprar da concorrência. Veja um exemplo de game para esse tipo de treinamento.

Treinamento com Simuladores Virtuais

Repensar as formas de realizar os treinamentos e o uso de simuladores virtuais pode ser a solução. Simuladores permitem que o treinamento atinja seu objetivo principal, que é o de fazer o colaborador encarar uma situação muito próxima da realidade, tendo que tomar decisões rapidamente e, em alguns casos, sem conhecer o cenário como um todo.

Redução do risco de acidentes

A Simulação Virtual pode diminuir as chances de ocorrerem imprevistos, já que uma situação muito próxima da realidade faz com que a pessoa treine seu comportamento e saiba como se comportar em situações adversas. A simulação também pode apresentar uma situação fictícia, mas perigosa, como um incêndio, e nada precisa ser destruído ou colocado em risco a fim de que o colaborador seja testado e capacitado.

Evitando acidentes, impede-se, como consequência, a destruição de ativos e o colaborador está em segurança. Mas como o simulador virtual efetivamente pode ajudar? A função dessa tecnologia é fornecer um ambiente de testes, no qual o indivíduo pode testar suas decisões sem correr riscos e causar prejuízos à empresa. Quando o treinamento for repassado para a prática, o colaborador já sabe o que deve fazer para ter sucesso em sua tarefa.

Melhoria da tomada de decisões

Os gestores podem tomar decisões erradas e prejudicar a empresa e os colaboradores, mas essa situação pode ser melhorada com a ajuda de jogos de treinamento, que consistem em um cenário onde as decisões do jogador irão levar a uma situação de vitória ou derrota. Apesar de ser um mundo virtual, um simulador virtual ou até mesmo um game representa bem as situações de tensão e raciocínio lógico que a realidade requer, indicando o que pode ocorrer com a empresa se o gestor ou o colaborador fizer escolhas ruins, como má definição de preços, compras erradas, tomada de decisões sem avaliação das consequências etc.

Melhoria do atendimento ao cliente

Neste caso, os Simuladores Virtuais podem contar com a ajuda dos games para construir um treinamento lúdico. Essa estrutura de game aliada a um simulador virtual pode retratar situações análogas à realidade através da expressão de personagens, o clima e contexto de uma situação de diálogo, negociação ou discurso. Nesse tipo de treinamento, as pessoas podem praticar conceitos e ter o feedback de suas decisões de uma forma lúdica que engaja o aprendizado.

Redução do custo de treinamento

O uso de simuladores virtuais e games de treinamento podem ser aplicados a todos os colaboradores sem implicar em custos como deslocamento, mobilização, combustível, horas de instrutores, etc.

Aumento da produtividade

Depois de já haver testado o equipamento em um simulador virtual, o colaborador poderá trabalhar de maneira mais assertiva com ele, evitando falhas e prejuízos no processo produtivo. Assim, ganha-se em tempo e qualidade, o que assegura mais produtividade.

Conheça o SIMULADOR de Ponte Rolante